Lun ekranoplano: surpreenda-se com esta maravilha da engenharia soviética

Você ficou abismado com o tamanho da aeronave que aparece na imagem que abre esta matéria? Pois você vai ficar ainda mais impressionante depois de conhecer melhor a história desse gigantesco avião. Acredite, embora ele seja pouco conhecido hoje em dia, o veículo é uma verdadeira proeza da engenharia aeroespacial! Essa monstruosidade voadora foi desenvolvida pelos soviéticos e recebeu o nome de Lun — que em russo significa gavião — ekranoplano, e era capaz de transportar uma carga de mais de 90 toneladas
A principal missão da aeronave era a de transportar (e, evidentemente, lançar) seis mísseis antinavios supersônicos Moskit P-270, capazes de atingir velocidades de Mach 2.2 e Mach 3 em baixas e grandes altitudes, respectivamente. Para você ter uma ideia, bastavam quatro desses mísseis para afundar qualquer tipo de embarcação — independente de seu porte. Filhote O Lun é o que os soviéticos chamam de ekranoplano, ou seja, um veículo parecido com um avião, mas que voa a baixas altitudes sobre um bolsão de ar, de maneira semelhante aos hovercrafts. No caso dos ekranoplanos, eles tiram proveito do “empurrão” obtido por suas enormes asas em proximidade ao solo para voar — e, por essa razão, foram projetados para viajar a apenas 3 metros da superfície do mar.
Originalmente, essas aeronaves foram desenvolvidas pelos militares soviéticos para a realização de transporte rápido e, basicamente, podem ser descritas como embarcações voadoras. Esses aviões não possuem equipamentos de pouso — apenas flutuadores —, o que significa que é impossível que eles aterrissem em terra firme, e são dotados de oito motores do tipo turbojato. O Lun está entre os maiores aviões já construídos, somando incríveis 73,8 metros de comprimento, 380 toneladas de peso e contando com uma envergadura de 44 metros. Sua tripulação consistia em sete oficiais e quatro técnicos, e a velocidade de cruzeiro era de 550 quilômetros por hora. Além disso, ele tinha uma autonomia de até 5 dias, e podia cobrir distâncias até 2 mil quilômetros
Também conhecido pelo nome de “Projeto 903”, o enorme avião foi finalizado em 1987, já no final da Guerra Fria. A construção do segundo avião do mesmo tipo deveria ter sido iniciada logo depois, mas, com o fim do impasse entre a União Soviética e os Estados Unidos em 1991, o projeto foi reformulado e o veículo, que deveria ser utilizado em missões de resgate, nunca foi finalizado. No entanto, o Lun ekranoplano fazia parte de um programa militar que os soviéticos guardavam a sete chaves — e pode ser considerado como um “filhote” de uma aeronave ainda maior: o Monstro do Mar Cáspio.

Compartilhar

Author:

Anterior
Próxima